Síndrome de Asperger /ou: Arranhando a superfície

Posted: 3 de abr de 2008 | . David Lojudice Sobrinho | tags:

Quem nunca trabalhou com aquele tipo estranho, que apesar de ser excelente técnico, é socialmente e psicologicamente "fora da curva"?

Sim, estou falando daquele programador que espuma de raiva (literalmente) quando mostram a ele um código ou arquitetura com os quais ele não concorda. Ele quase suplica por uma morte rápida (mesmo que sofra um pouco) quando vê algo errado no código. Bom, eu também não gosto de código ruim. Mas para esses programadores o inferno é um ótimo lugar para estar se comparado ao desprazer, ao asco e ao repúdio que ele está sentindo ao ver aquele código.

Mas a felicidade existe! Seus olhos se enchem ao ver que saiu a nova versão da Lib X e ele passa a andar com um sorriso de orelha a orelha o dia inteiro por causa disso. Ou simplesmente porque implementaram um novo pattern super complexo, que ninguém vai entender depois, mas quem se importa? Seu cérebro foi exercitado mais uma vez, jorrando serotonina por todos os lados.

Ah, a felicidade...

Eu já trabalhei com vários deles. Muitos. Na verdade, acho que mais do que deveria. Alguns bem legais, mesmo com esses descontroles e excessos. Outros, nem tanto.

Felizmente alguns pesquisadores de áreas mais nobres que a nossa deixaram os ratos de laboratório de lado e pegaram esses sujeitos para estudar e perceberam que eles dariam uma boa tese. Já era tempo!

Segundo o artigo Asperger's and IT: Dark secret or open secret?, alguns estudos revelam que é muito comum encontrar sujeitos com traços autistas, mesmo que em níveis baixos, em TI.


These IT professionals are all autistic. Bob and Ryno have Asperger's Syndrome (AS), sometimes referred to as Asperger's Disorder; Jeremy has high-functioning autism (HFA).

Muito legal o artigo, que foca principalmente na Síndrome de Asperger, que "é uma síndrome do espectro autista, diferenciando-se do autismo clássico por não comportar nenhum atraso ou retardo global no desenvolvimento cognitivo ou da linguagem do indivíduo.", e "os sintomas desta síndrome são: dificuldade de interação social, falta de empatia, interpretação muito literal da linguagem, dificuldade com mudanças, perseveração em comportamentos estereotipados. No entanto, isso pode ser conciliado com desenvolvimento cognitivo normal ou alto."

Mas lendo sobre a síndrome, tenho a sensação de que esta não é a única "desordem" encontrada no meio de TI. Convenhamos: Esses pesquisadores ainda têm muito trabalho pela frente. Eles nem começaram a arranhar a superfície!

0 comentários: